sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Voices

                Yesterday was a failure
                I couldn’t manage to cast our demons away
                at once
                You still think of me like a judge would?
                I do not think it’s fair but it’s not unfair
                at all
                You could have been mine without a single gasp
                You could just be the star that illuminates my
                ego at night, while I try to bury
                deep within myself
                all those dreadful things
                you’ve yelled at me once
                but with the tranquility of a black wave
                breaking upon my head
                and spinning my thoughts around
                and around and around
                and I have chills only by thinking that
                I could never get enough of
                you at
                all.

Invasão



                Eu quero gravar as iniciais do teu nome na minha pele, para ter certeza de que, assim, você nunca sairá de mim.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Mortal



                E se nada de mim existir em ti? Escuto barulhos na janela e penso ver vultos, mas tudo o que realmente vejo são memórias passando. Você está tão distante. Eu estou tão distante. Como é que podes me sentir? Como é que podes me ver se dentro de um abismo me escondo de mim mesma? Tenho medo do que possa acontecer – comigo. Não com você. Você não conhece meus dons, meus afazeres, meu passado. Como podes estar tão segura de si? Caminho por ruas escuras e esquinas perturbadas pelos meus próprios tormentos, como podes ver luz se nada aqui há para se enxergar? Apenas um poço fundo e escuro, onde afundo-me, cada vez mais, deixando livre os caminhos sombrios e guardando em mim as mais tristes memórias, tão pesadas, que jamais me deixariam subir novamente. 
                  Não há luz. Não se engane.
 

© 2009Dead Souls | by TNB